.Go
Skip
  • Todos sentados à mesa (várias vezes no mesmo mês)

Todos sentados à mesa (várias vezes no mesmo mês)

Rita da Nova - Foodie

Rita da Nova

Foodie

 

É oficial, chegou o momento mais aguardado do ano para os foodies e o mais temido para as agendas desorganizadas: a época dos jantares de Natal. É que a altura natalícia (já) não é só para ser passada em família – todos os grupos a que pertencemos fazem questão de assinalar a data com um jantar e uma troca de presentes à mistura.

 

 

Quanto à escolha de prenda para darem ao vosso amigo secreto, lamento, mas não posso ajudar. Posso, sim, sugerir-vos que restaurante escolher consoante a companhia. Aproveitem, que não é Natal todos os dias:

 

 


 

 

S

S Restaurante – para ir com amigos:

Sempre que oiço a expressão “jantares de grupo” lembro-me do S. Não me refiro à vertente caótica e de pouca qualidade (pelo menos da comida) dos jantares de faculdade, mas sim àqueles bons jantares de petiscos, em que a comida não pára de chegar à mesa e tudo é delicioso.

 

Para além do preço fixo, uma grande vantagem do S é agradar a gregos e a troianos: o menu de grupos tem petiscos para os amigos vegetarianos e para aqueles que estão de dieta. Estes vossos amigos vão é perder uma das melhores coisas deste restaurante: a bôla de cozido, que chega no final de tudo mas vale bem a pena alargar um furo do cinto.

 

 

 

darwins

Darwin’s – para ir com colegas:

Situado à beira-rio, no edifício da Fundação Champalimaud, o Darwin’s é uma das minhas escolhas favoritas para ocasiões mais especiais. Não é barato, não, mas se querem impressionar os colegas de trabalho (ou, quiçá, o vosso chefe), pode ser a escolha indicada. A minha sugestão é que provem os risottos, os brás e os tentáculos de polvo. Não se vão arrepender!

 

No caso de escolherem o Darwin’s, o melhor será trocar as voltas ao jantar de Natal e fazer antes dele um almoço: assim podem aproveitar plenamente a vista.

 

 

 

transferir

Dom Feijão – para ir com a família:

Mesmo que a maioria das vezes os jantares de Natal familiares sejam em casa de uma avó ou de uma tia, há sempre aquele momento em que é preciso juntar os tios e os primos em vigésimo grau (e não há casa em que caiba tanta gente). Este ano, quando esse momento chegar, lembrem-se do Dom Feijão em Alvalade.

 

É um espaço gourmet? Não. Tem uma vista espectacular? Não. Tem um menu de perder a cabeça? Também não. Mas, embora seja espaçoso, consegue ser acolhedor e familiar, como se quer. A comida é muito boa, tipicamente portuguesa, e de certeza que agrada a todos os membros da família. Já para não falar da simpatia dos empregados, que tornam a visita ainda mais agradável.

 

 

 

madame

Madame Petisca – para ir com a cara-metade:

Se podemos fazer jantares de Natal com os colegas de trabalho, com os amigos, com os vizinhos ou com as colegas do ginásio, por que não fazer também um jantar a dois? Sou da opinião que não devemos perder uma oportunidade para jantar em boa companhia, num bom sítio. O local que vos recomendaria sem hesitar para uma noite mais romântica é o Madame Petisca.

 

A vista sobre a cidade de Lisboa e o rio torna-se ainda mais bonita quando escurece e, por ser mesmo muito pequeno, o restaurante faz-vos sentir que abriu só para vocês. A sangria é excelente e acompanha bem a comida e as doses foram pensadas para partilhar, o que assenta que nem uma luva nesta altura do ano.

 

 


 

 

Contem-me: quais são os vossos locais favoritos para almoços ou jantares de Natal?

Comentários

Gostaste
deste artigo?

Queres mais novidades?Subscreve já a nossa newsletter!

Not so fast!Tens de preencher com o teu email.

Not so fast!Tens que inserir um endereço de email válido.

Bem-vinda ao Clube NVY!A partir de agora, falamos todas as manhãs contigo.

Something went wrong!Não deixes de subscrever à NVY! Tenta outra vez dentro de momentos.