.Balance
Skip
E se o teu centro de força estiver nas tuas mãos? -

E se o teu centro de força estiver nas tuas mãos?

.Balance

  • E se o teu centro de força estiver nas tuas mãos?

E se o teu centro de força estiver nas tuas mãos?

Joana Moinho - Osteopata

Joana Moinho

Osteopata

Para ativar a palma da tua mão e obter uma explosão sensorial terás de utilizar uma spiky ball. Através dela poderás encontrar uma forma extraordinária de ativação neuromuscular que aumentará a tua performance física.

 

Aqui ficam quatro razões pelas quais as tuas mãos necessitam de algum amor e atenção.

 

transferir (3)

1. O Homunculo

 

Cabeça, pés e boca. Centros poderosos de feedback neurosensorial localizados no nosso cérebro para nos dar consciência proprioceptiva.  De uma forma simples, nós sentimos uma multiplicidade incontável de sensações nas nossas mãos, pés e boca. Rolar a bola, ativa de forma direta o nosso cérebro. Tens uma sensação imediata de choque e temor no teu sistema nervoso. É o equivalente a tomar um café expresso para a nossa cabeça.  Atreve-te a experimentar!

 

 


 

2. As linhas fáscias

 

A fáscia, de forma simplista, é uma espécie de película aderente, que envolve o nosso corpo e lhe dá forma.  É um tecido conjuntivo que envolve, músculos, grupos musculares, vasos sanguíneos e nervos. Temos diversos trilhos anatómicos de fáscia que percorrem e conectam cada parte do nosso corpo.

 

A fáscia das tuas mãos tem impacto na função motora do teu ombro e pescoço. Na verdade, afeta todo o corpo. Experimenta agarrar um objecto e não sentir parte dele. É impossível pois não existem espaços em branco ou descontinuidades nos tecidos que nos compõe. Somos uma continuidade de matéria viva.  Se sentires dor no pescoço e ombro, experimenta rolar a palma da mão e ver qual a sensação que te traz. O meu palpite será de melhoria!

 

 


 

3. Usa o grip para ativar o core

 

Quanto mais forte estiver a tua força de grip, maior será a ativação do core. O CORE é o teu centro de força para a qual estamos desenhados a ativar de forma explosiva em todos os movimentos funcionais do nosso dia-a-dia. Experimenta o seguinte exercício. De pé, com os braços ao lado do tronco, fecha os punhos. Começas a sentir tensão no antebraço? Faz mais força e sente os ombros. Continua até sentires a zona abdominal/CORE a ativar. Essa é a conexão do grip ao core.

 

 


 

4. Demasiado tempo em flexão

 

SMS, jogos, teclados? A flexão dos dedos é uma constante. Quantas vezes ao longo do dia fazemos extensão dos dedos? Não serão as suficientes. O nosso corpo necessita de um equilíbrio constante, e se passamos a maior parte do tempo em flexão, deveremos compensar com movimentos de extensão. Caso contrário a mobilidade irá diminuir e a resposta imediata é o aumento de tensão no cotovelo, punho e ombro. Rolar a bola aumenta a extensão dos dedos e previne tendinites.

 

 

 

Como utilizar a Spiky Ball

 

1. Compra uma bola com picos, oferece um poder propriocetivo muito maior, encontra-se em qualquer superfície de vendas de material de desporto;

 

2. Manter a pressão por 60 segundos, no mínimo, em cada mão;

 

3. Respira continuamente enquanto aplicares a pressão, não sustenhas a respiração;

 

4. Tenta fazê-lo em quatro apoios no chão. Usa três dos apoios, enquanto rolas a bola numa das mãos;

 

5. Faz extensão dos dedos das mãos;

 

6. Vai aplicando maior pressão;

 

7. Usa o peso do corpo sobre a bola;

 

8. Podes usar uma mão sobre a outra para adicionares mais pressão;

 

9. Nos pontos mais dolorosos, prolonga a pressão até alivio da dor;

 

10. Rola em círculos e linhas;

 

11. Faz várias vezes ao dia.

 


 

 

Diverte-te e sente a diferença no teu corpo.

Comentários

Gostaste
deste artigo?

Queres mais novidades?Subscreve já a nossa newsletter!

Not so fast!Tens de preencher com o teu email.

Not so fast!Tens que inserir um endereço de email válido.

Bem-vinda ao Clube NVY!A partir de agora, falamos todas as manhãs contigo.

Something went wrong!Não deixes de subscrever à NVY! Tenta outra vez dentro de momentos.